Protecção contra incêndios

É possível proteger um iPad ou um balão de água de um incêndio?

Descubra-o na nossa campanha "DOES IT BURN?"

Consequências

OS INCÊNDIOS EM EDIFÍCIOS E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS

ALGUNS INCÊNDIOS DE EDIFÍCIOS DEVEM-SE A ACIDENTES E A OUTROS FACTORES DIFÍCEIS OU IMPOSSÍVEIS DE CONTROLAR. MAS MUITOS DELES SÃO PROVOCADOS POR FACTORES QUE PODEM SER LIMITADOS OU EVITADOS.

O custo dos incêndios

Anualmente ocorrem 8 milhões de incêndios em todo o mundo. Os incêndios em edifícios provocam mais de 30.000 vítimas mortais todos os anos apenas na UE, nos Estados Unidos, China e Rússia, e ocasionam cerca de 800.000 feridos em todo o planeta.

O Conselho Mundial da Segurança calcula o custo económico dos incêndios em aproximadamente 1% do PIB nos países desenvolvidos. Além disso, as consideráveis emissões de carbono provocadas pelos incêndios de edifícios danificam o meio ambiente.

A propagação dos incêndios

Uma vez iniciado, o incêndio vai-se alimentando com os objectos combustíveis presentes na estrutura ou no interior dos edifícios. Daí a importância de se limitar o número de objectos capazes de contribuírem para a propagação do fogo, mediante o uso exclusivo de materiais de construção incombustíveis. Além de não arderem, os materiais incombustíveis também podem actuar como barreiras corta-fogos que atenuam a propagação das chamas no edifício.

O tempo, factor decisivo

Este torna possível a evacuação dos ocupantes e permite que os bombeiros salvem as pessoas, protejam propriedades valiosas e minimizem os danos na estrutura do edifício.