Proteção incorporada

Independentemente da intensidade do fogo, os materiais incombustíveis não contribuem para o mesmo

Explicação de "incombustível" e "retardador de fogo"

Os termos "incombustível" e "retardador de fogo" são frequentemente confundidos. Há, no entanto, uma diferença extremamente importante. Se algo é incombustível, não queima em condições reais. É uma qualidade simples e inequívoca. Por outro lado, os materiais retardadores de fogo contribuem para um incêndio, assim que os produtos químicos adicionados para inibir a ignição tenha sido anulados. O nível com que algo é retardador de fogo é mais difícil de quantificar. 

É por isso que a incombustibilidade é uma característica central dos regulamentos antifogo em todo o mundo e um elemento vital da segurança de edifícios em caso de incêndio. Seja qual for a fonte, a temperatura ou o fornecimento de ar de um incêndio, os materiais de construção ou os elementos que são incombustíveis permanecerão, em grande parte, resistentes ao fogo. No que diz respeito aos regulamentos antifogo, os materiais incombustíveis podem ser utilizados de forma ilimitada em qualquer aplicação de construção.

Retardador de fogo

Por outro lado, os materiais "retardadores de fogo" são combustíveis. Não há uma norma global sobre como medir o grau com o qual um produto combustível contribui para a propagação e crescimento de um incêndio, embora existam seguintes formas de o medir:

  • A facilidade com que o produto é inflamado
  • A quantidade de calor libertado quando queima
  • A forma como o fogo se espalha pela sua superfície
  • A forma como se desintegra à medida que vai queimando
  • A quantidade e a natureza do fumo libertado
A lã de rocha pode ser utilizada para tornar os edifícios mais resistentes ao fogo.
Análise da alteração da dinâmica dos incêndios residenciais e suas implicações sobre os tempos de resposta dos bombeiros

Uma função vital 

Devido a estes diferentes parâmetros, os regimes de classificação para produtos inflamáveis são complexos e as suas características antifogo são muitas vezes descritas em relação às condições de teste. As avaliações de desempenho também podem ser diferentes se um produto for utilizado de forma autónoma ou como parte de uma estrutura composta. Por exemplo, apesar de uma classificação de “condições de utilização final” descrever o desempenho do isolamento retardador de fogo atrás de uma camada protetora, é a camada superior da construção que tem o efeito mais significativo sobre o resultado do teste e não o núcleo do composto submetido a teste.

Os materiais incombustíveis desempenham um papel decisivo em manter seguros os edifícios modernos. A ROCKWOOL defende que todos os edifícios de média e grande altura, sensíveis e de elevada ocupação (tais como hospitais e centros de dia, escolas, hotéis e recintos desportivos, onde podem haver dificuldades em sair das instalações, independentemente da sua altura) devem ser revestidos e isolados apenas com materiais incombustíveis.