Fachadas de edifício incombustíveis

Cada edifício de média e grande altura deve ser revestido e isolado apenas com materiais incombustíveis*.

Uma fachada de edifício pode ser exposta às chamas de um incêndio no interior da estrutura que se propagou e passou pela janela; ou de um incêndio num objeto nas proximidades, como um contentor do lixo ou automóvel. O que acontece a seguir depende do material de que a fachada é feita.

Se o sistema de fachada, incluindo o revestimento e/ou isolamento, for constituído por materiais inflamáveis e o fogo e o fumo começarem a apoderar-se da fachada do edifício, ele pode, consoante o material exato utilizado, colocar rapidamente em perigo uma área muito maior do edifício e um número muito maior de ocupantes do edifício.  Neste cenário, a fachada acrescenta uma fonte de combustível importante para um incêndio em curso. A intensidade de calor ao longo da parte lateral de um edifício pode provocar a quebra de vidros, permitindo que o fogo se propague a mais andares. 

Se, pelo contrário, a fachada for constituída por materiais incombustíveis, as chamas poderiam, eventualmente, atingir e atravessar as janelas do andar de cima, mas o processo será comparativamente mais lento, uma vez que a fachada não iria contribuir para a propagação do fogo (e do consequente fumo). Isso dará aos ocupantes do edifício mais tempo para fugir e às corporações de bombeiros mais tempo para extinguir o incêndio.  Isto é especialmente importante nos edifícios de média e grande altura. 

Pieter Maes, bombeiro profissional da corporação de bombeiros de Bruxelas e instrutor de Formação de Comportamento perante Fogo em Locais Fechados, explica-o desta forma:  "Se o fogo se propaga através da fachada para o restante edifício, as pessoas correm riscos se ficarem onde estão. No entanto, se fugirem pelas vias de fuga de incêndio, podem complicar os esforços dos bombeiros que sobem pelas mesmas vias para ajudar a resgatar as pessoas e a extinguir o fogo.  É por isso que é vital que os incêndios não se propaguem através das fachadas dos edifícios.  Envolver os edifícios, sejam eles residenciais, escritórios, escolas ou hospitais, em materiais combustíveis coloca exatamente esse risco”.

É por isso que recomendamos que, no mínimo, todos os edifícios de média e grande altura devam apenas ser revestidos e isolados com material incombustível que não emita qualquer fumo tóxico significativo quando exposto ao fogo.

 

*Pelo menos classe A2 s1, d0 em conformidade com a EN 13501-1.